Desvelando

É mais fácil me sentir alegre do que triste. Não sei até que ponto isso é bom.
A alegria é intensa, passageira, como ressaca: você acha que nunca vai passar, mas passa. Mas a tristeza te transforma em quem você é. É fácil olhar para trás e apontar aqueles que te machucaram, o que doeu. A coisa difícil a se fazer, é lembrar de quem te fez feliz. Dos momentos bons, dias de brisa fresca e sol quente.
É por isso que decreto o dia do perdão. Na terra em que sou rei, não há espaço para lágrimas. De hoje em diante, olho para trás e vejo o que de bom me aconteceu. Mortes, perdas, brigas, culpas. Tudo fica para trás.
De acordo com o feng shui, o velho deve sair para que o novo, e bom, seja bem vindo. No meu reinado, decreto o fim de lembranças ruins. Que fique o bom, o perfumado e colorido. A infelicidade evapora como o alcool deixado no sol. Se a chuva vier, vai lavar o quintal e levar para o esgoto tudo o que embaça meu olhar. De hoje em diante, não há espaço para a infelicidade. Minha busca é pelo saboroso, que me deixe de queixo caído e consiga, mesmo que por poucos segundos, me silenciar. Eu quero me maravilhar!

Que 2012 venha com força e me fortaleça, para ser cada vez mais quem sou.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s